A escolha correta do BRINDE corporativo.


Brinde Corporativo
"Um brinde bem planejado gera experimentação, recompra, frequência, preferência e lembrança para a marca, além de proporcionar felicidade para o cliente".

Mais uma vez, se aproxima o final do ano e com ele a sensação de que tudo passou muito rápido. Tempo de celebrar e presentear! E isto não se restringe apenas à vida pessoal.


No mundo corporativo a corrida é pelo "brinde criativo que vai encantar"!

Muitas empresas consideram os brindes como estratégicos em eventos, visitas comerciais, campanhas de vendas e comemorações. Para quem conseguiu a façanha de provisionar o investimento no planejamento, neste momento o desenvolvimento do brinde já está a todo vapor, afinal, falta pouco mais de um mês para 2017.


Resta saber se na altura do campeonato, em um cenário econômico tão delicado, foi possível manter o planejamento intacto. Em tempos de crise é comum rever e encolher os orçamentos. E pode apostar, se a grana está curta, os brindes têm um papel muito mais importante e um compromisso ainda maior em trazer o retorno esperado.


O outro lado da moeda

Em contrapartida, enquanto algumas empresas cortam as verbas, outras intensificam suas ações de marketing, utilizam da criatividade e da diversidade de ferramentas para fortalecer a marca no mercado, conquistar e fidelizar clientes. Certo ou errado? Não existe receita única que sirva para todos os modelos de negócios. Cada empresa é dona do seu próprio nariz! Cada uma tem a sua realidade, sua cultura, seus objetivos e sua estratégia única que cabe somente a ela.


Todos loucos por brindes! É verdade!

Não entregue um brinde por entregar. Apenas 20% das pessoas dizem não enfrentar uma fila para pegar um brinde. A grande maioria é louca por brindes e justamente por isto é preciso que a entrega esteja amarrada a uma estratégia.


Como otimizar a sua verba? Selecione estrategicamente o mailing e divida os contatos em grupos. Desenvolva brindes de acordo com o perfil do cliente, se coloque no lugar dele para sentir e analisar se ele realmente perceberia valor, se interessaria e usaria o brinde. A aposta é que o retorno será maior! É melhor agradar a um pequeno grupo com um brinde realmente adequado do que tentar agradar a todos com um brinde popular.


Trata-se de um elo emocional entre a marca e seu público-alvo, possui um resíduo de longo prazo muito maior que ações pontuais de divulgação.


Em 2015 foi lançada pela Agência 96 em parceria com a empresa PiniOn, a pesquisa "A Magia do Brinde". Apesar do estudo ser do ano passado traz um direcionamento e insights interessantes. Vale dar uma olhada! O levantamento mostrou que um brinde bem planejado gera experimentação, recompra, frequência, preferência e lembrança para as marcas, além de proporcionar felicidade para o cliente.


E o que há de tão importante nesta estratégia de presentear clientes?

Oportunidade para divulgação espontânea da empresa, para um contato próximo, fortalecer e estreitar o relacionamento, reconhecer, estar presente, valorizar e fidelizar, confraternizar, demonstrar agradecimento e reconhecimento, dar visibilidade e solidificar a imagem.


"O brinde não precisa ser necessariamente um produto ou um objeto. Pesquise, se inspire e inove, proponha algo fora do comum".


É mandatório acertar na escolha do brinde!

Ele tem que ser útil para que não seja jogado diretamente na lata de lixo. Quanto mais adequado ao perfil do presenteado, mais inovador e mais atrativo, mais chance de ser um SUCESSO!


Mas afinal, não é tão simples assim!


O que eu mais escuto nesta época: "Você tem ideia para um brinde criativo?". E com certeza, este é mesmo o grande desafio, foi-se o tempo que “de graça até injeção na testa”. Os fabricantes de brindes estão oferecendo produtos muito similares, poucos oferecem brindes realmente diferenciados. Não é fácil desenvolver um brinde que tenha a mesma linguagem de sua comunicação corporativa, que seja inovador e passível de uso. É essencial ter um conceito bem estruturado e desenvolver a estratégia bem alinhada aos objetivos.


Defina claramente a sua estratégia. Pense no que você pretende com o investimento e garanta o retorno efetivo de sua campanha.


O Pulo do Gato:


1- O brinde deve ser escolhido conforme o segmento da empresa, perfil e interesse do público.

2- Planeje! Você precisa de tempo para pesquisar, criar, desenvolver, entregar.

3- Pesquise e inove! O brinde não precisa ser necessariamente um produto ou um objeto. Pesquise, pesquise, pesquise para aguçar sua criatividade e proponha algo novo, fora do comum, uma experiência, algo virtual ou até mesmo use de produtos de marcas consagradas, neste caso basta personalizar uma bela embalagem.

4- Use e abuse da customização, mas cuidado! Personalizar com a logomarca da empresa é interessante, porém, atenção para não inutilizar o brinde na ânsia de colocar a logomarca maior do que deve. Lembre-se: quanto mais discreto, mais desejado será e mais tempo a marca será lembrada.


5- Cada detalhe é um "flash"! A entrega pessoal pode ser a oportunidade para estreitar relacionamentos e dar maior visibilidade.


6- Final de ano sem brinde? Mesmo que você tenha apenas um cartão virtual para oferecer, a personalização é um diferencial, dê uma atenção e escreva uma mensagem nominal.


7- Nem um cartão virtual para oferecer? Mesmo assim, não perca a oportunidade da época para fazer uma visita ou pelo menos telefonar para os seu clientes.


Final de ano, um brinde! Sucesso!


_________


Eu sou a Clara Franco, consultora de marketing para pequenas empresas e profissionais liberais. Precisa de ajuda e inspiração para desenvolver um brinde inovador, uma campanha ou quer compartilhar uma ideia incrível? Entre em contato: clara.franco@businessconcierge.com.br


#brindes #marketing #corporativo #empresa #empreendedorismo

VOLTAR